Saturnino Braga lança Democracia Participativa no Rio de Janeiro, 1986 – 1988

Nesta quarta-feira, 6 de maio, o Clube de Engenharia foi palco do histórico lançamento do livro Democracia Participativa no Rio de Janeiro, 1986 – 1988, do conselheiro Roberto Saturnino Braga. Ex-deputado federal, senador por três mandatos, vereador e prefeito do Rio de Janeiro, Saturnino traz a história de seu mandato à frente da prefeitura, o primeiro a ser eleito diretamente pelo povo. Na publicação, relembra um tempo em que não havia recursos para investimentos em obras, mas o compromisso trabalhista-socialista de investimentos sociais destinados a reduzir as desigualdades era prioritário.

O texto retrata um período em que, após vinte anos de ditadura militar, o Poder Público dava seus primeiros passos em um Brasil redemocratizado. “O nosso firme compromisso era praticar, também exemplarmente, uma forma mais avançada de democracia, com forte participação popular. O Rio de Janeiro atravessava naquele momento uma fase de grande e crescente prestígio das associações de moradores. Desde o início eu quis aproveitar essa manifestação da sociedade organizada em associações de bairros para introduzir a dimensão participativa no governo municipal, e pretendi ter ao meu lado, na condição de vice-prefeito encarregado de coordenar essa dimensão, o mais importante líder dos moradores do Rio, que era Jó Rezende”, conta Saturnino.

O livro, da Editora Contraponto, foi escrito a duas mãos por Saturnino e seu filho, Bruno Saturnino Braga e traz depoimentos de Jó Rezende, José Augusto Assumpção Brito e do também Conselheiro do Clube de Engenharia Miguel Bahury.

 

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content