Equipe de Engenharia Civil da UFRJ conquista prêmio nacional

Fonte: Escola Politécnica da UFRJ

A Escola Politécnica da UFRJ (Poli-UFRJ), representada pela equipe de competição acadêmica de Engenharia Civil – Minerva Civil Poli, acaba de conquistar o prêmio “I Mão na Massa”, do 7º Encontro Nacional dos Estudantes de Engenharia Civil (ENEC).  O evento reuniu mais de 2.300 alunos de todo país e aconteceu entre os dias 3 e 6 de abril, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro.

Sob orientação técnica dos professores Ana Cláudia Telles, Leonardo Becker, Maria Cascão, Mônica Pena e Sandra Oda, a equipe foi vencedora de três (Aqualibrium, Desafio dos Taludes e Pontes de palito de picolé) entre quatro modalidades, alcançando assim a pontuação necessária para conquistar o prêmio.

A prova Aqualibrium buscou informar o público sobre a importância do abastecimento de água e do papel que os engenheiros civis desempenham nesse processo. Já o Desafio dos Taludes consistia em executar uma obra geotécnica, em modelo reduzido, simulando a construção de um talude de solo reforçado em escala real.

A conhecida competição de pontes formadas por palitos de picolé e cola, também não ficou de fora. A prova exigiu a aplicação dos princípios de engenharia estudados dentro e fora da sala de aula e um efetivo trabalho em equipe.

Segundo o aluno Lucas Valani, capitão da prova Desafio dos Taludes, vencer uma competição de âmbito nacional traz confiança e motivação. “A experiência foi muito importante para que nós pudéssemos pôr em prática conhecimentos da área de engenharia civil e confirmar nossa capacidade de executar projetos, mesmo que em uma escala menor”, conta. E celebra:

“Ver o nosso trabalho e empenho resultarem em uma conquista significativa gera uma sensação de alegria pela vitória e de dever cumprido por representar bem a UFRJ, uma das melhores universidades do país. O primeiro lugar também consolida nossa identidade junto às demais equipes e projeta uma boa imagem do nosso curso e da Escola Politécnica”.

O ENEC é realizado anualmente, sendo cada edição em um lugar diferente do país. Sem fins lucrativos e com o objetivo de conectar congressistas de todas as regiões do Brasil, o Encontro promove a troca de culturas, cria experiências e compartilha conhecimentos. Além disso, busca aumentar o contato de congressistas com as diversas áreas da engenharia civil e com as novas tecnologias.

Alunos vencedores:

– Aqualibrium: Maria Gabriela Paixão (capitã), Natan Soares, Ryan Cunha, Sergio dos Santos Filho.

– Desafio dos Taludes: Lucas Valani (capitão), Bárbara Viera, Maria Gabriela Paixão, e Sergio dos Santos Filho.

– Pontes de palito de picolé: Vitor Zamith (capitão), Anna Eliza Alipio, Lucas Valani e Mayara Delgado.

Sobre a POLI-UFRJ

A Escola Politécnica é a maior unidade da UFRJ, a mais antiga instituição federal de ensino de Engenharia do Brasil e também uma das mais reconhecidas pelo padrão de excelência no país e no exterior. Tem cerca de 5.200 alunos em 13 cursos de graduação (Ambiental, Civil, Computação e Informação, Controle e Automação, Elétrica, Eletrônica e de Computação, Materiais, Mecânica, Metalúrgica, Naval e Oceânica, Nuclear, Petróleo e Produção); 1.020 na pós-graduação lato sensu (MBA/ Especialização); 180 em mestrado profissional; e 25 em doutorado acadêmico de Engenharia Ambiental.

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content