BIM: tecnologia de construção civil permite otimização do tempo

A tecnologia pode ser uma grande aliada da construção civil. Programas de computador que auxiliam na formulação de projetos contam com diversos recursos – desde a possibilidade de fazer cálculos rapidamente até a visualização em três dimensões – que facilitam todo o processo do empreendimento. O Building Information Modeling (BIM), que significa Modelagem da Informação da Construção, é o método que vem se destacando e foi tema da palestra “Elaboração otimizada de projetos de engenharia com o BIM”, apresentada pelo engenheiro de sistemas e computação Luiz Marcio Viana, Diretor de Tecnologia da empresa TLMV Consultoria e Sistemas. O evento, em 23 de maio, foi promovido pelo Clube de Engenharia, Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) e Divisão Técnica de Construção (DCO).

Programas BIM possibilitam a elaboração, em 3D, de projetos de construção civil, com a possibilidade de adicionar parâmetros e informações das estruturas e materiais a serem utilizados. Os recursos básicos são: vídeos e animações; verificação de interferências entre sistemas, como elétrico e hidrossanitário; visualização com dispositivo de realidade virtual; e ferramentas de cálculos e dimensionamento.

Na palestra, Luiz Marcio Viana focou no AI3D, uma das ferramentas disponíveis para uso no software Revit, próprio de BIM. Segundo Viana, o AI3D adiciona recursos para o desenvolvimento de projetos de arquitetura, hidrossanitário e elétrico no Revit. Algumas das possibilidades são a inserção de documentação relativa ao empreendimento e compartilhamento, em nuvem, dos arquivos entre membros da equipe. Em projeto elétrico, por exemplo, é possível adicionar informações como a posição de tomadas e suas respectivas potências. No hidrossanitário, posicionar pontos de água quente e água fria, adicionar traçado de esgoto e indicar informações da tubulação a ser utilizada.

Segundo o engenheiro, a concentração das informações em uma só plataforma é o diferencial: “Nosso objetivo com a ferramenta é facilitar que, a partir do modelo tridimensional, você tenha já o projeto com a documentação, o detalhamento, tudo feito. Com isso você ganha tempo”.

Mila de Aquino Viana, diretora da TLMV, também destacou a otimização do tempo e a vantagem para a execução da obra de se concentrar as informações: “O objetivo número um da ferramenta é otimizar o tempo de quem está fazendo o projeto, mas principalmente levar, de acordo com a execução, o máximo possível de informações, não só no processo de projeção mas também depois, na parte de acompanhamento. Observamos que é frequente haver uma perda em termos de orçamento por mal dimensionamento de material e de insumos”. A diretora ainda informou que a perspectiva é avançar na tecnologia, incluindo ferramentas para estruturas e tubulação de gás.

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content