Saltar para o conteúdo
download 01/01/2014

Clipping: 23/12/2013

Educação: empresas precisam de incentivo

23/12/2013| Correio Braziliense

Por Francis Bogossian

O acesso da população de renda mais baixa a linhas de crédito e à redução de impostos permitiu que, em 10 anos, o Brasil dobrasse a frota de veículos, com crescimento impressionante nas regiões mais pobres do país, o Norte e o Nordeste. O ganho foi para uma indústria bastante sofisticada e robotizada; os municípios, que viram seus centros urbanos completamente congestionados, receberam a conta.

Isso é uma revolução e mostra que, quando o governo quer, pode operar grandes transformações. Incentivos fiscais são destinados à cultura, ao esporte, à indústria, à exportação e até para a gasolina. Contudo, não há incentivos fiscais para promover a base do crescimento sustentado de qualquer economia: a educação.