Saltar para o conteúdo
notícia 28/05/2013

Clube abre Congresso Nacional dos Trabalhadores de Telecomunicações

Entidade apresentou propostas para a área durante encontro com lideranças nacionais.

Com participação efetiva da sociedade e lideranças sindicais de todas as regiões do país, a abertura do 4º Congresso Nacional dos Trabalhadores de Telecomunicações, dia 24 de maio, em São Paulo, foi marcada por debates sobre políticas públicas. O diretor técnico do Clube de Engenharia, Marcio Patusco, representou a entidade na mesa de abertura do Congresso promovido pela Federação Nacional dos Trabalhadores de Telecomunicações (Fenattel). 

Ao lado do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), o Clube ficou responsável pela palestra inaugural do evento. O foco foi “políticas de telecomunicações com participação social”. Marcio Patusco, que integra a Diretoria Técnica do Clube, destacou as propostas tanto para a política de prestação do serviço de Banda Larga, recentemente apresentadas ao Ministério das Comunicações. Durante a apresentação, Patusco afirmou que as empresas operadoras são incapazes de fornecer acessos suficientes à sociedade. “O Programa Nacional de Banda Larga está aumentando a diferença entre as regiões, uma vez que 70% dos serviços são disponibilizados à região sul e sudeste. Isto precisa mudar”, alertou o engenheiro, que também levantou o debate sobre o Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Comunicação Social Eletrônica, atualmente na fase de coleta de assinaturas.

O objetivo desses encontros é manter propostas socialmente referenciadas para as telecomunicações no Brasil. “Acreditamos com isso estar mantendo o sentido social de propostas que, desde o Código Brasileiro de Telecomunicações de 1962, passando pela recém-concluída regulamentação da TV por assinatura, fazem do Clube de Engenharia um dos suportes para a evolução das telecomunicações nacionais”, afirmou.

 

  • Marcello Miranda (Instituto Telecom) e Marcio Patusco (Clube de Engenharia). Foto: Sintetel