Saltar para o conteúdo
notícia 10/05/2013

Clube sedia Conferência Municipal das Cidades

Nos dias 18 e 19 de maio, acontecerá a Conferência Municipal das Cidades. Reafirmando seu protagonismo, o Clube de Engenharia, que participou ativamente de todas as etapas, sediará o evento. A Conferência Municipal elegerá delegados que acompanharão as discussões da etapa Estadual, de onde sairão os delegados para a Conferência Nacional. O Clube não participará apenas dos debates da cidade do Rio de Janeiro. O Conselheiro da entidade, Vagner Oliveira, será representante do Clube em Maricá e, além disso, participará do debate sobre Mobilidade Urbana como conferencista.

Para Vagner, este será o tema central da Conferência, que tem como pauta central a reforma urbana. “Transporte público de massas será o tema prioritário no Rio de Janeiro. Levaremos as demandas que vêm sendo debatidas no Fórum de Mobilidade Urbana. Devido ao momento que vivemos na cidade, com grandes investimentos para os megaeventos, a Conferência é essencial. Dela sairão também os nomes componentes do Conselho de Política Urbana, que gere o Fundo Municipal de Habitação Popular. Este Conselho precisa refletir os anseios da sociedade, ser deliberativo, democrático e paritário entre os segmentos: sociedade civil, governo e empresários”, explicou Vagner.

O engenheiro afirmou também que serão debatidos temas como saneamento ambiental, regularização fundiária, estatuto das cidades, habitação, acessibilidade e todos os assuntos em torno do Porto Maravilha.

O que é a CNC

A 5ª Conferência Nacional das Cidades ocorre de 20 a 24 de novembro em Brasília, mas os debates e o encaminhamento das propostas já começaram nas Conferências Municipais, que vão de março a junho de 2013. O objetivo da CNC é mobilizar gestores públicos e diversos segmentos da sociedade sobre assuntos relacionados ao desenvolvimento urbano. Os debates municipais e estaduais que antecedem a CNC, promovidos em todo o país, se propõem a colocar na agenda pública e política questões urbanas que sempre foram tratadas apenas no âmbito local, promovendo a formação de redes de difusão de informações sobre a função social da cidade e da propriedade.

 

  • Divulgação