Saltar para o conteúdo
notícia 18/04/2016

Encontro de mestres para público privilegiado

O Duo Burajiru segue para Rotterdam, Holanda, para se apresentar na Universidade Internacional Codarts. Foto: Fernando Alvim.
O Duo Burajiru segue para Rotterdam, Holanda, para se apresentar na Universidade Internacional Codarts.
Foto: Fernando Alvim.

O Clube de Engenharia foi palco, na última quinta-feira (14), de um inspirador concerto de piano e viola exclusivo de música brasileira. O Duo Burajiru, formado pelo brasileiro Fernando Thebaldi, na viola, e a japonesa Yuka Shimizu, no piano, atraiu um público de várias faixas etárias, frequentadores do Clube ou não, todos interessados em música brasileira de qualidade. O evento, gratuito, foi promovido pela Diretoria de Atividades Culturais e Cívicas.

"Burajiru", palavra japonesa, significa "Brasil", e de nacional a apresentação tinha tudo. O repertório incluía Heitor Villa-Lobos, Edino Krieger, Radamés Gnatalli, Ricardo Tacuchian, Osvaldo Lacerda, Francisco Mignone e Guerra Peixe. O violista do duo, Fernando Thebaldi, já foi indicado ao Latin Grammy Awards, em 2012, por seu trabalho no Quarteto Radamés Gnattalli, e tem inclusive recebido obras dedicadas a ele por renomados compositores como Ricardo Tacuchian e Elenisio Senan Jr.

A pianista, Yuka Shimizu, apesar de japonesa, conta com uma longa trajetória como intérprete da música brasileira. Estudou, aqui, com os mestres pianistas Clara Sverner e Mordehay Simoni, e se graduou pelo Conservatório Brasileiro de Música. Participou de diversos concursos de piano, conquistando prêmios de primeiro lugar no Concurso de Talentos de Piano de Brasília, Concurso de Música Brasileira e Concurso Nacional de Piano Artelivre de São Paulo. Também foi premiada como melhor intérprete de música brasileira e Bach no XI Concurso Nacional de Piano de Minas Gerais. Além dos palcos brasileiros, já levou seu talento de volta para os palcos japoneses.

O sucesso de Thebaldi no seu recital de viola e piano na California State University, em 2015, apenas com obras brasileiras, levou-o a seguir suas atividades com a pianista, formando o Duo Burajiru. Apesar da curta trajetória do duo, as apresentações não são poucas: recentemente, apresentou recitais na Universidade Federal Fluminense (UFF), no Centro Cultural Francisco Mignone e em Búzios. Daqui, seguem para Rotterdam, na Holanda, onde realizarão um concerto na Universidade Internacional Codarts, que proporciona alto nível de educação artística profissional na música, dança e artes circenses. A universidade tem cerca de 1.000 alunos de 50 nacionalidades.

São responsáveis pela produção: Gutemberg Comunicações e Ventania Cultural