Saltar para o conteúdo
notícia 24/04/2017

Homenagem às mulheres emociona em tarde musical

A primeira mulher comandante da Marinha Mercante do Brasil, Hildene Lobato, recebe a Moção de Homenagem e Agradecimento do Diretor de Atividades Culturais e Cívicas, César Drucker. Foto: Fernando Alvim.
A primeira mulher comandante da Marinha Mercante do Brasil, Hildene Lobato, recebe a Moção de Homenagem e Agradecimento do Diretor de Atividades Culturais e Cívicas, César Drucker.
Foto: Fernando Alvim.

Em dia de festa na Casa, os sócios do Clube de Engenharia e convidados puderam conferir, após o tradicional almoço de confraternização, no 19º andar, uma homenagem especial às mulheres pela comemoração do Dia Internacional da Mulher em 8 de março. Além das apresentações musicais, que vêm integrando o calendário oficial da instituição, na qual conselheiros e sócios podem mostrar seus talentos, o Clube homenageou uma pioneira: primeira mulher comandante da Marinha Mercante do país, Hildelene Lobato Bahia, com uma trajetória de 16 anos embarcada, que abriu as portas para um novo mundo a todas as mulheres que hoje têm suas atividades profissionais no mar. 

A tarde musical começou com a interpretação e o rico repertório do sócio Carlos Monte de músicas em homenagem às mulheres, como, por exemplo, de Paulo da Portela, a canção “Sempre teu amor”. Monte foi acompanhado pelo conselheiro Luiz Carneiro, no violão, e o grupo do cantor João Paulo Silva, com o próprio no canto e no violão, Rafael Nogueira no cavaquinho e Anderson Vilmar no pandeiro.

Da esquerda para a direita: João Paulo Silva no violão, Rafael Nogueira no cavaquinho, o sócio Carlos Monte no vocal, e o conselheiro Luiz Carneiro no violão. Foto: Fernando Alvim.
Da esquerda para a direita: João Paulo Silva no violão, Rafael Nogueira no cavaquinho, o sócio Carlos Monte no vocal, e o conselheiro Luiz Carneiro no violão.
Foto: Fernando Alvim.

Com uma pausa na cantoria, o Diretor de Atividades Culturais e Cívicas, César Drucker, prestou a merecida homenagem a Hildelene Lobato Bahia: ”Nós temos aqui entre nós, hoje, uma profissional que honra muito os quadros da navegação brasileira”, afirmou o diretor. Hildelene falou de sua trajetória: “Realmente foi um grande desafio essa vida a bordo. Foram 17 anos, dos quais 16 embarcada. É uma quebra de paradigmas e desafios, mas o melhor de tudo é ter o reconhecimento”. Ela ainda foi saudada por Alvaro José de Almeida Junior, Capitão-de-Longo-Curso e presidente do Centro dos Capitães da Marinha Mercante, e Francisco Cesar Monteiro Gondar, Capitão-de-Longo-Curso e vice-presidente do Centro dos Capitães da Marinha Mercante. A comandante havia sido indicada, para homenagem, por Duaia Vargas, presidente da Associação Brasileira de Engenheiras e Arquitetas (ABEA), e recebeu uma Moção de Homenagem e Agradecimento. O militar Alvaro José lembrou a formatura da turma de Hildelene, com nove oficiais da marinha mercante em 2000. “Eu reverencio a Hildelene e, na pessoa da comandante, todas as mulheres que navegam, que estão no mar hoje”, finalizou.

Em Abril, o homenageado é Pixinguinha
No próximo Almoço de Confraternização, em 27 de abril, a homenagem musical será ao artista Pixinguinha, que teria completado 120 anos em 23 de abril. Desta vez, a atração cultural acontecerá no mesmo andar do almoço, o 24º, e o trio do cantor João Paulo tocará músicas de Pixinguinha e outras de chorinho. Desse modo, o Clube de Engenharia se insere entre as entidades da cidade do Rio de Janeiro que homenageiam o Dia do Chorinho, comemorado no dia do nascimento de Pixinguinha.