Saltar para o conteúdo
notícia 08/06/2018

Jardim Botânico e Clube de Engenharia comemoram sucesso do curso de pilotagem de drones

Aulas práticas foram ministradas na Unidade Zona Oeste do Clube de Engenharia, em Ilha de Guaratiba.
Aulas práticas foram ministradas na Unidade Zona Oeste do Clube de Engenharia, em Ilha de Guaratiba.

A presidência do Jardim Botânico, na Gávea, recebeu no início da tarde do dia 7 de junho o diretor técnico do Clube de Engenharia, Fernando Tourinho, e o diretor cultural, Cesar Drucker, para a entrega dos certificados de conclusão do curso de pilotagem de drones aos funcionários de diversos setores do Jardim Botânico. Acontecia ali a última aula ministrada por Eduardo Paes Leme, diretor técnico do Núcleo de Tecnologia Profissional (NTPRO), dirigida aos trabalhos de monitoramento e registro para a equipe de Conservação da Área Verde ou paraos profissionais que atuam com Coleções Vivas, ou ainda para a equipe patrimonial na inspeção do perímetro urbano, entre muitas outras possibilidades que as novas tecnologias permitem.

Os diretores do Clube de Engenharia foram recebidos pelo presidente do Jardim Botânico, Sérgio Besserman, que agradeceu o trabalho conjunto realizado. “Agradeço enormemente ao Clube de Engenharia pela parceria. É raro o que ocorreu: uma generosidade profunda e imediata. Os drones são uma realização e nos ajudarão muito no monitoramento territorial do Jardim Botânico. Da nossa parte, no que for relacionado à biologia, botânica, biodiversidade, nos colocamos à disposição do Clube de Engenharia, Casa que passaremos a frequentar mais. A cooperação do Clube começou com uma conversa, mas em poucos minutos tinha virado um diálogo de verdade”, declarou Besserman, depois de esclarecer que diálogo não é apenas escutar o outro, mas levar parte do que foi dito e crescer com a troca de informações e ideias.

Na ocasião, o diretor Fernando Tourinho também reforçou a importância do diálogo. “Muitas coisas no país podem ser resolvidas se as pessoas conversarem e tentarem resolver juntas os seus problemas. Assim foram os passos que trilhamos para que os drones possam ajudar a resolver problemas no Jardim Botânico. Parecia um voo impossível, mas conseguimos realizá-lo, com o apoio do professor Paes Leme. Contem sempre conosco”, destacou Tourinho.

As aulas práticas ministradas aos sete funcionários certificados foram realizadas na Unidade Zona Oeste do Clube de Engenharia, em Ilha de Guaratiba.