Saltar para o conteúdo
notícia 29/05/2013

Porto do Açu em pauta no Conselho Diretor do Clube

A estrutura de obras e a logística foram os principais assuntos da reunião do Conselho Diretor de 27de maio, que contou com a presença de representante da LLX

O Complexo Industrial formado pelo Superporto do Açu e pelo Distrito Industrial de São João da Barra foi desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin) e tem a LLX, empresa de logística do Grupo EBX, como gestora do Complexo. Buscando conhecer a infraestrutura e os projetos de engenharia trazidos pelo Porto do Açu, o Clube de Engenharia convidou o Diretor de Engenharia da LLX, Luis Osório, para falar sobre o assunto.

Osório explicou a magnitude e o significado das obras do Porto do Açu para o Rio e para o Brasil. Segundo ele, muitos desafios foram colocados para a engenharia nacional. O Complexo, contará com o Polo Metalmecanico, base de estocagem para granéis líquidos, Unidade de Construção Naval, complexo termelétrico, Unidade para Tratamento de Petróleo, indústrias offshore e de tecnologia da informação, entre outros setores estratégicos para o país.

A construção foi iniciada em 2007 e  entrará em atividade em julho de 2014 para a área de minério e em dezembro de 2015 para operações de petróleo. “Os terminais do Complexo industrial do Superporto do Açu poderão receber até 47 embarcações. Além disso, a estrutura total trará mais competitividade para as empresas que se instalarem por ali. A integração modal e o corredor logístico oferecem grandes vantagens”, afirmou o engenheiro.

O palestrante apresentou vídeos e imagens das obras e das condições atuais do Complexo e explicou detalhes técnicos, de impactos regionais econômicos, sociais e industriais da obra. Osório descreveu sobre os projetos que envolvem o empreendimento e convidou o Clube de Engenharia para uma visita ao Porto do Açu, imediatamente aceita e já em fase de organização pela diretoria.

  • Foto: Blog do Complexo Industrial do Superporto do Açu