Saltar para o conteúdo
evento 14/11/2017 17:30/20:00hs

Quebrando paradigmas na engenharia de fundações

13ª PALESTRA MILTON VARGAS DA ABMS – 2017
        Quebrando Paradigmas na
        Engenharia de Fundações

O Ciclo de Palestras Milton Vargas, realizado pela Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), a cada ano conta com um palestrante de destaque escolhido pela diretoria nacional da associação, o qual faz a apresentação itinerante em diversas partes do país. O evento homenageia o professor Milton Vargas, ícone da engenharia geotécnica, um dos primeiros a lecionar mecânica dos solos no país, no início dos anos 40, e um dos fundadores da ABMS. Milton Vargas, que faleceu em 2011, publicou diversos livros, tanto sobre engenharia quanto ciências e filosofia, além de dezenas de artigos em revistas.

Palestrante:
Luciano Decourt - Engenheiro Civil; 13ª Palestra Milton Vargas

Formou-se em engenharia civil em 1963 pela Escola Politécnica da USP, com pós-graduação nos anos de 1965 e 1966 na mesma Escola Politécnica e na Universidade de Harvard, USA. Entre 1966 e 1973 trabalhou no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), na Brasconsult Engenharia de Projetos S/A e fundou o Laboratório Rankine de Engenharia Civil. Em 1973 fundou a Luciano Décourt Engenheiros Consultores Ltda., atual Luciano Décourt Consultoria. Foi Professor Titular de Mecânica dos Solos da Faculdade de Engenharia da Fundação Armando Álvares Penteado. De 1989 a 1994, foi Vice Presidente da “International Society for Soil Mechanics and Foundation Engineering” (ISSMFE). “Fellow” da American Society of Civil Engineers – ASCE (1991), associado Emérito da Associação Brasileira de Engenharia de Fundações e Serviços Geotécnicos Especializados – ABEF (1992), membro da Academia Nacional de Engenharia – ANE (2009) e Sócio Emérito da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos – ABMS (2014). Recebeu o Prêmio Manuel Rocha, biênio 1996-1998 e o Prêmio Terzaghi, biênio 2002-2004, ambos da ABMS, o Prêmio Milton Vargas outorgado pela Revista Fundações & Obras Geotécnicas, além de outros. Tem cerca de 150 trabalhos publicados e participou da redação de dois capítulos do livro Fundações: Teoria e Prática, ABMSABEF, 1996. Membro de diversas comissões técnicas, com destaque para a comissão da ISSMFE, que elaborou o SPT – IRTP, 1988. Participou de concursos de previsão de capacidade de carga, tendo sido premiado em diversos deles. Foi convidado a escrever capítulos em 4 livros dedicados a grandes geotécnicos, os professores Victor F.B. de Mello (1989), John Schmertmann (2008), Nelson Aoki (2009) e Jean-Louis Briaud (2018).

Programação:
Parte 1
Conhecendo o solo. Os ensaios SPT / SPT-T

Parte 2
- A falácia das fórmulas de capacidade de carga
- A falácia do conceito de tensão admissível
- Projetando fundações de forma simples, rápida e confiável. A Curva Básica
- O Programa RDZ
- Medidas de recalque transformadas em provas de carga
- Sapatas estaqueadas. A Estaca – T

Parte 3
Fundações profundas
- Os métodos semi-empíricos
- Construindo a curva carga recalque a partir do SPT-T

Parte 4
Concursos de previsão
A hora da verdade. “Contra Factum non Valet Argumentum”

Promoção:
Clube de Engenharia
Diretoria de Atividades Técnicas - DAT
Divisão Técnica de Geotecnia - DTG
Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica - ABMS-Rio

Serviço:
Dia 14/11, terça-feira, às 17h30
20º andar do Clube de Engenharia
Av. Rio Branco, 124 - Metrô Estação Carioca