Denúncia enviada para a ADUT-RJ (Signatária do Fórum de Mobilidade Urbana)

A Denúncia abaixo foi enviado para a ADUT-RJ através de um usuário que estava presente no trem do ramal de Santa Cruz que descarrilou ontem (03 de abril de 2013).

Ontem (03 de abril de 2013) por volta de 19:40h o usuário da SuperVia Senhor Adelcir Alves, que vinha do trabalho para sua casa, presenciou algo que, de acordo com ele, nunca mais irá esquecer.

Um trem do ramal Santa Cruz descarrilou um pouco antes da estação Praça da Bandeira e, pasmem, o maquinista trancou-se dentro da sua cabine e nada falou. Nenhuma providência tomou. Ficou mudo e sem dar informações aos passageiros que, desesperados, abriram o trem com suas próprias mãos.

Quando achava que o pior já tinha acontecido, deparou-se com um trem (de quatro vagões) vindo em direção aos passageiros que, a essa altura já estavam espalhados pela via sem nenhuma orientação por parte de funcionários da SuperVia.

De acordo com o passageiro que nos fez o relato, o campo de visão do maquinista que vinha em direção a composição descarrilada era amplo, portanto ele via o que estava acontecendo e, mesmo assim agiu de maneira absurda! Buzinando desenfreadamente em direção aos passageiros, sem diminuir sua velocidade, só o fazendo mediante ação de um policial que estava presente e, ao notar tal absurdo, sacou sua arma e o fez parar. Para a surpresa desse policial o maquinista avisou que: “teria que continuar a viagem”.

Como poderá ser visto nas imagens, há diversas pessoas com mobilidade reduzida que foram simplesmente “largadas” de mão pela concessionária que nada fez para ajudá-los.

Perguntado ao passageiro o que mais o chamou atenção, o mesmo respondeu o seguinte: “o que mais me achamou a atenção, fora esses absurdos relatados, foi a solidariedade entre os passageiros que se ajudaram mutuamente”.

NOTA: Denúncia enviada para o site da ADUT-RJ (www.adut.rj.org.br) que está à disposição da população, sempre na defesa dos seus direitos.

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content