Sinaenco RJ busca o equilíbrio de forças e o fortalecimento do movimento associativo

 

Não são poucos, nem simples, os desafios das empresas na luta pelo mercado e pela garantia dos direitos de empresários e seus colaboradores em cenários equilibrados onde todos saem ganhando. Apenas quatro meses após assumir a direção do Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco), o presidente Marcio de Queiróz Ribeiro, conselheiro do Clube de Engenharia, comemora conquistas e se prepara para novas negociações. O presidente se considera um afortunado por ter ocupado o cargo nesse momento. “Um acordo recente resolveu um impasse que se arrastava há dois anos. O mérito é da administração passada, mas me sinto um afortunado nesse cenário de pacificação e de bons entendimentos. Já começamos, o Sinaenco nacional e regional, a dialogar sobre o próximo reajuste”, declara.

 

Entre os desafios enfrentados pela nova diretoria está o que Queiróz chama de “olhar para dentro”. Embora todas as empresas de consultoria de arquitetura e engenharia, que são cerca de 4.500 no Rio, sejam obrigadas a contribuir com o sindicato, a entidade ainda busca a associação das mesmas. “Algumas empresas compreendem o aspecto associativo e formam um fundo que permite ao Sinaenco atuar de forma mais ampla. Meu trabalho vai ser atrair principalmente as empresas de pequeno e médio porte que, acredito, serão as grandes beneficiadas”, explica o presidente, consciente de que trabalhará em busca da associação de empresários que, preocupados com problemas financeiros, tributários e aspectos profissionais, acabam tendo certa dificuldade em dialogar no espaço associativo. 

 

Para Marcio, o espaço criado no prédio-sede do Clube de Engenharia ajuda muito o movimento associativo. “Essa é uma fase muito feliz. O Clube de Engenharia está conseguindo atrair para o prédio as associações da engenharia. No 13º andar, onde funciona o Sinaenco, também funciona a Associação Brasileira de Consultores de Engenharia (ABCE) e a Associação Brasileira de Engenharia Industrial (ABEMI). São três associações que se complementam e que hoje se reconhecem de forma colaborativa. A formula é essa: dialogando, seremos sempre mais fortes”, finaliza Marcio.

 

Além do presidente Marcio Queiróz, a diretoria recém-empossada do Sinaenco Regional Rio de Janeiro conta com Fernando da Costa Catttapan, Fábio Bergman, Wilson Paulucci Rodrigues, José Ribamar Jorge Nogueira da Cruz, Marcio Batista de Amorim, Albert Bouskelá e Morgana Platcheck. O Conselho Fiscal do Sinaenco-RJ é formado por Jackson Carvalho Guedes, João Reynaldo Medeiros, José Alcure Neto e Rodrigo Meirelles Sigaud.

 

>> Contato

Portal da Engenharia: http://www.clubedeengenharia.org.br

Twitter: twitter.com/clubeengenharia

E-mail: [email protected] ou [email protected]


 

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content