Estudantes de engenharia participam de torneio de xadrez no Clube

Estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) atualizaram suas práticas de xadrez em um torneio no Clube de Engenharia dia 9 de dezembro. Pedro Maciel, Jéssica Trindade e Rafael de Oliveira disputaram com o sócio Plinio di Giorgi uma partida simultânea, modalidade na qual um jogador joga com os demais, ao mesmo tempo, fazendo um movimento com cada um revezadamente.

Plínio foi vencido apenas por Rafael de Oliveira, estudante de Engenharia Química que joga há três anos, apesar de conhecer as regras há oito. Ele tem o hábito de praticar em uma livraria na universidade e em casa, em jogos de xadrez online. Segundo afirma, o online serve para praticar, mas faz muita falta o fator humano: "Um lance inesperado pode desestabilizar o adversário". Plinio di Giorgi, habituado ao xadrez há mais de 70 anos, concorda: "Computador é bom para quem vai iniciar: treina a pessoa e ela melhora seu nível".

Também jogaram entre si Pedro Maciel, estudante de Engenharia Eletrônica e de Computação da UFRJ, e Jéssica Trindade, que cursa arquitetura. Para Rafael de Oliveira, o jogo faz diferença nos estudos: "É um jogo de estratégia. Exercita muito a concentração, o foco, o raciocínio lógico e a estratégia de pensar um lance à frente. Isso ajuda em aspectos da vida pessoal e acadêmica".

O torneio de xadrez foi mais uma ação da Secretaria de Apoio ao Estudante de Engenharia (SAE-RJ). 

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content