O tatuzão empacou

Veja Rio | Cidade | 03 de setembro

Consórcio estende o prazo para retomar a perfuração do metrô em Ipanema e moradores reclamam da falta de informação sobre a obra

O Dia das Mães foi inesquecível para quem mora no começo da Rua Barão da Torre, em Ipanema. Naquele 11 de maio, duas crateras de 5 metros de diâmetro desabrocharam na calçada em frente aos números 137 e 138, acompanhadas de tremores e rachaduras em alguns dos prédios vizinhos. Sobressaltado com o cenário desastroso que se formou, um grupo de moradores buscou informações no consórcio responsável pela obra do metrô naquele trecho, constituído pelas empreiteiras Odebrecht, Queiroz Galvão e Carioca Engenharia. 

Clique aqui para ler a matéria na íntegra

Clique aqui para ver a reprodução da matéria em pdf.

 

Blindagem contra o tráfico

Jornal O Globo | Rio | 01 de setembro

Projeto da Supervia prevê construção de muros e viadutos para evitar invasões da linha férrea 

Diante da ação do tráfico de drogas, que ocupoudiversos pontos ao longo dos trilhos e atéuma estação de trem, deixando em perigo os620 mil passageiros que usam o sistema diariamente,a SuperVia tem um projeto para blindartoda a linha férrea. A ideia, segundo o presidenteda concessionária, Carlos José Cunha,é construir muros, passarelas e viadutos paraacabar com as passagens de níveis (onde hácancelas) e as entradas clandestinas nos murosusadas por bandidos. Reportagem publicadaontem pelo GLOBO revelou que facçõesatuam em 16 estações dos ramais de SantaCruz e Belford Roxo e já dominam a estaçãoTancredo Neves, na Zona Oeste.

Clique aqui para ver a reprodução da matéria em PDF.

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content