Empresa inglesa desenvolve projetos para a Vale

O Clube de Engenharia vem reafirmando publicamente ao longo de sua história a luta incansável em defesa das  empresas genuinamente nacionais. Em momento decisivo para a engenharia brasileira, o Clube manifesta sua indignação com a contratação da empresa inglesa Egis para o desenvolvimento de projetos para a Vale.

O primeiro projeto a  ser realizado pela Egis será a duplicação da linha de trem que transporta minério de ferro de Carajás até a costa de São Luis.  São 900 km de distância, em uma ferrovia única, com conexões que permitem, inclusive, a  alteração de direção dos trens.  E não são trens comuns. Com um comprimento de 3.500 metros, 330 vagões, pesando 53.000 toneladas, estão entre os mais compridos e pesados do mundo.

Entre outras obras, um segundo projeto prevê a construção de um porto e de uma extensa linha rodoviária de 101Km para conectar novos locais com a já existente linha ferroviária Carajás-São Luis. Para duplicação da linha Carajás-São Luis, a Egis vem apoiando a Vale nos estudos e trabalhos desde 2007. Para o segundo projeto, a empresa está efetuando todos os estudos relacionados à construção da linha ferroviária para o transporte de minério de ferro, incluindo o projeto dos túneis e viadutos.

Em um momento no qual as empresas enfrentam dificuldades e milhares de trabalhadores, incluindo engenheiros, estão perdendo seus empregos, o que se espera, cada vez mais, é uma sólida aliança entre o Estado, a engenharia, a empresa genuinamente nacional e os trabalhadores, fortalecendo as atividades produtivas.

Na visão do presidente do Clube de Engenharia, Francis Bogossian, “as empresas estrangeiras são bem-vindas para a transferência de tecnologia e de conhecimento, desde que associadas a empresas genuinamente nacionais, dividindo com elas o capital social, e não simplesmente competindo de forma desigual e predatória”.

 

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content