Após séculos de histórias e lutas, Escolas de Engenharia elegem primeiras diretoras mulheres

A Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a mais antiga das Américas, deu posse nesta segunda-feira, 2 de abril, a professora Cláudia Morgado na direção da instituição. Após 225 anos de existência, Claudia é a primeira diretora mulher. 

No dia 7 de março, um dia antes da data que lembra a luta das mulheres em todo o mundo, mais uma engenheira entrou para a história: pela primeira vez em 124 anos a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), uma das maiores faculdades de Engenharia do Brasil, deu posse a Liedi Bernucci, professora da Poli desde 1986, escolhida para o cargo máximo da instituição.

Claudia Morgado e Liedi Bernucci assumem em um momento da maior importância para a afirmação do papel das universidades públicas e para o futuro da Engenharia no país.

A festa da posse
Durante os próximos quatro anos Claudia Morgado, que traz em sua bagagem profissional trabalhos como gestora na Poli, tem como perspectiva a reformulação do ensino, com a proposta de atuar diretamente na formação de profissionais empreendedores, que além do mercado ampliem a visão para um projeto de país, capazes de contribuir para o desenvolvimento nacional.

Engenheira Civil formada pela Politécnica em 1987, Cláudia tomou posse com seu vice, o professor Vinícius Carvalho Cardoso, Engenheiro de Produção também formado pela Poli. Durante os próximos quatro anos estarão à frente de 13 cursos de graduação, 32 de pós-graduação lato sensu, três mestrados profissionais, além de 6.200 alunos e 208 professores.

Entre convidados e autoridades o Clube de Engenharia se fez presente: representando o presidente Pedro Celestino, o diretor de Atividades Culturais Cesar Drucker; Francis Bogossian, presidente da Academia Nacional de Engenharia (ANE) e ex-presidente do Clube; Heloi Moreira, presidente da A3P e ex-presidente do Clube; Duaia Vargas, diretora da Federação Brasileira de Associações de Engenheiros (FEBRAE); a conselheira Iara Nagle, presidente da Associação Brasileira de Engenheiras e Arquitetas (ABEA-RJ) e o conselheiro Paulo Metri, vice-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-RJ). 

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content