Chuvas em Caxias confirmam necessidade de prevenir catástrofes

Como em anos anteriores, janeiro começou com fortes chuvas. A Baixada Fluminense foi a região mais afetada, com grande número de pessoas desabrigadas e desaparecidos. Há registro de uma pessoa morta em Xerém, distrito do município da Baixada Fluminense.

O Sistema de Alertas de Enchentes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) já havia sinalizado a possibilidade de fortes chuvas para a primeira semana de 2013. O sistema é formado por estações pluviofluviométricas instaladas na região. São monitorados, em tempo real, o regime pluviométrico e fluvial regional e suas variações. A localização das estações é determinada a partir de um mapeamento das áreas permeadas por rios e mais sensíveis a efeitos de enchentes.

Na Baixada Fluminense são 10 estações de monitoramento. A cada 15 minutos os dados recebidos na Central de Monitoramento permitem o acompanhamento da evolução do tempo e, assim, quando detecta-se a possibilidade de ocorrência de cheias, são enviadas aos órgãos de Defesa Civil municipais, através de e-mails, mensagens via SMS ou telefone e avisos de alerta para que providências sejam tomadas com o objetivo de proteger a população e diminuir os danos causados pelas enchentes.

O Clube de Engenharia, um dos pioneiros em debates técnicos na área, sedia, mais uma vez, o Fórum de Acidentes Naturais. O evento, que acontecerá no dia 29 de janeiro, é mais uma edição do espaço permanente de debate que tem como proposta trazer à tona possíveis soluções para prevenção, contingência, emergência e políticas públicas na área. Os debates envolvem o poder público, técnicos e instituições empenhadas em garantir a segurança da população, em especial as que vivem em áreas de risco.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral criou nesta quinta-feira (3/1) um gabinete de crise no Centro Estadual de Gestão de Desastres (Cestad). Segundo a secretaria de Defesa Civil, de lá, as autoridades acompanham as ocorrências no estado e articulam ações junto às secretarias de Saúde, Obras, Assistência Social, Meio Ambiente e com o Departamento de Recursos Minerais (DRM).

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content