A nação brasileira tem vivido graves momentos de tensão protagonizados pelos três poderes da República. Entre as muitas questões em jogo, no centro de um intenso e duro debate, está o sistema eleitoral brasileiro.

Lideranças nacionais e internacionais tentam desvendar as trajetórias das eleições em seus países. O voto tem o poder de construir pontes para a afirmação de nações democráticas e soberanas. E também pode definir a correlação de forças no mundo em pleitos que desenham um novo cenário geopolítico global.

Neste aspecto, a situação de confronto no Brasil se acentuou com a divulgação de uma nota pública assinada por nove atuais ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e nove ex-ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O poder judiciário assume posição firme e cristalina em defesa de eleições livres e seguras, essências da democracia. Defende, ainda, os sucessivos processos de modernização e aprimoramento, com a segurança de urnas eletrônicas auditáveis em todas as etapas, antes, durante e depois do pleito.

Em pleno processo eleitoral de todas as instâncias de poder da instituição, o Clube de
Engenharia - historicamente comprometido com a Democracia, a Soberania e a Engenharia - se associa às crescentes manifestações da sociedade brasileira em relação ao destino do país e a manutenção do estado democrático direito.

Impossível desconsiderar que o voto é um direito constitucional e o resultado das eleições afeta a vida de todos. A defesa incondicional da garantia de um debate de ideias em alto nível, calcado em ações e relações fraternas e com forte sentimento de responsabilidade é o que nos move, seja no Brasil, seja no Clube de Engenharia.

A Diretoria

Receba nossos informes!

Cadastre seu e-mail para receber nossos informes eletrônicos.

O Clube de Engenharia não envia mensagens não solicitadas.
Skip to content